domingo, 8 de novembro de 2009

Aí se eu podesse...Também mordia!!!!!

Esta semana tem sido de raiva e revolta e se eu tivesse em Portugal já tinha rebentado com aquela "gentinha" toda...
Para quem não sabe, até vir pa Suiça, tinhamos um cão, o Tretas, foi para nossa casa com mês e meio e desde essa altura que nunca o largamos pa nada, mas dado as circunstancias da vinda e sem sabermos muito bem o que ìamos encontrar, decidimos deixar o Tretas na quinta do meu avô, provisóriamente, até aqui estarem reunidas as devidas condições para ele vir.
Na 2ª feira, uma tia da minha mae e a sua nora decidiram ir visitar a minha avó. A tia entrou na quinta e a nora ficou à espera dela no carro mas como viu que se estava a demorar decidiu ir ter com elas.
Os cães deixaram na entrar, ao portão, mas quando se aperceberam que ela estava a mexer na porta de casa, não vão de modas, o Tretas morde a em vários lados e só quando eles ouviram a minha avó a gritar-lhes é que fugiram.
Resumindo, a rapariga não ficou em muito bom estado tendo mesmo de receber tratamento hospitalar e levou 5 pontos na perna. O Tretas tem 55 kg e é um "boi".
A minha mae ja falou com a rapariga que, coitada, ainda por cima pediu desculpas e disse que nao tinha nada que ter entrado na quinta sozinha e mesmo no hospital pediram lhe para fazer queixa e ela não quis mas a RANHOSA da tia da minha mãe ligou à minha avó a dizer que nunca mais lá ia a casa e que o cão devia ser ABATIDO, what??????
ABATIDO???
Nunca!!!! O Tretas é um doce, confio o meu António a ele, alias, confio mais nele do que nas 95% das pessoas que de certa forma se relacionam comigo, a minha Carolina fazia dele as tripas coração e ele nunca mas nunca teve qualquer atitude para com ela, foi o meu ouvinte durante uma grande má fase da minha vida, no bairro todas as pessoas adoravam-no, andou sempre sem trela ao nosso lado sem nunca provocar qualquer desacato mas desta vez ele, para além de não conhecer a pessoa em questão, achou que essa mesma pessoa já estava a ir longe demais ao aproximar se da casa e do espaço que ele agora considera como seu.
Aí se eu também podesse morderrrrrrrrrr


8 comentários:

carmo pinto disse...

realmete tb lamento o que aconteceu ,e alias tb deixei de ir a casa de uma das minhas irmãs porque ela tem um anjo de um cão que tem ciumes como o raio que alguem lá vá!
parece mesmo um filho dela como ela o trata! serio,só lhe falta falar!por isso te entendo...
jinhos

Rainbow disse...

Abatido? Claro que não, o cão só se "defendeu"!

Velu disse...

É claro que o cão não tem de ser abatido! Isso é de loucos! Ele estava na propriedade dele, ninguém tem de entrar na casa de ninguem tenha cão ou não, e ainda por cima a por a mão na porta, ele apenas agiu conforme o instinto de protecção dele.
Pela foto parece-me um labrador, eu também tenho um e também é preto, chama-se Max.
É um doce para os meninos, adora-nos a todos, mas se entrar alguém estranho cá em casa não me responsabilizo, para isso tem um aviso na porta!
Bjs

Eu disse...

Oh linda que situação xat então mas quem mandou a srª entrar onde não devia ???
O cão só defendeu a casa nada mais se tivesse mordido na rua mas não foi dentro de propiedade privada
beijinhos gandes

SL disse...

Tadinho do Tretas.... Beijos

kel disse...

Abatido? tadinho! quer dizer e se fosse mesmo um bandido, um ladrão, um violador ou sei lá? ele só defendeu o território e a casa. Essa tia que se vá curar!
beijocas grandes e o Tretas é muito lindo! muito fofo!

LEA disse...

Sabes que me aconteceu uma coisa parecida, o meu Ricky também mordeu numa besta, ia escrever senhora mas nem isso ela era, que estava sempre a dizer que fazia e acontecia... Pois bem, nesse dia o Ricky vingou-se, estavamos a sair do carro depois de ir ao veterenário com ele, estavam mais pessoas mas ele foi direito ao braço da bruxa e tive que eu com as minhas mãos abri-lhe a boca para ele a soltar... A besta também queria que eu abate-se o meu cão... Pois bem o Ricky, já faleceu, morreu velhinho e não foi preciso eu mandar abate-lo. Também me lambeu muitas lágrimas... E nunca se chegou a mudar para minha casa, porque ele não quis. Quis ficar na casa dele, ou seja da minha mãe... E foi nos braços dela que faleceu...
Dá-me a morada que vou lá espancar a gaja...
Beijocas

Mamã da Caroxinha disse...

Olá mamã obrigada pela visita ao meu cantinho, volta sempre.
Só de ler o que escreveste dá vontade de morder a dita senhora rsrsrsrs mas ela tinha alguma coisa que entrar em casa alheia? O Tretas defendeu a sua casa o que é normal!!!
Abater? Só se for a ranhosa que disse isso...
Que não volte à casa porque ao qe parece não faz falta nenhuma.

Beijos